São PIO V, Grande Defensor da Santa Igreja Católica

O século XVI ficou marcado principalmente pela Reforma protestante, Contra Reforma Católica(Concílio de Trento) e início das grandes navegações. Provavelmente esse foi o século com o maior número de Santos da história da Igreja. São Felipe Neri, Santa Teresa D’avila, São Pedro de Alcântara, São Carlos Borromeu, Santo Inácio de Loyola, São Francisco Xavier, São Pedro Canísio e etc... Um dos santos desse século foi o Papa São Pio V.

Miguel Ghisleri nasceu em 1504, em Bosco Marengo, na província de Alexandria e, aos quatorze anos já ingressara na congregação dos dominicanos. Foi professor, prior de convento, superior provincial, inquisidor em Como e Bérgamo, bispo de Sutri e Nepi, depois cardeal, bispo de Mondovi e, finalmente, papa, em 1566, tomando o nome de Pio V.Possuía três grandes devoções: a Eucaristia, o Rosário e a Santíssima Virgem Maria. Foi um professor tão brilhante e recebia tantos elogios que achou necessário impor a si mesmo duras penitências, de modo a combater o orgulho.

A vida como Papa

 Rezava uma missa todos os dias e rezava muitas horas por dia, principalmente o rosário, pois era muito devoto de nossa senhora. As pessoas ficavam impressionadas com a quantidade de horas que ele rezava e não compreendiam como ele conseguia ter tempo para fazer as outras coisas. Ele participava pessoalmente de todas as principais procissões de Roma. Em Corpus Christi era normal que carregassem o Papa, mas ele nunca se deixou carregar e sempre ia andando no meio do povo. Durante o Carnaval ele percorria as ruas de Roma rezando no meio dos foliões com o terço na mão.Como Papa continuou fazendo muitas penitências.

Reforma espiritual na Igreja

Começou a nomear com muito zelo apostólico e escolha apurada os novos Bispos e Cardeais. Colocouem prática os decretos do Concílio de Trento, entre eles a publicação do Catecismo Romano, e a ordenação do ensino da teologia tomista (São Tomás de Aquino) nas universidades. Reafirmou a supremacia papal com a bula In cœnaDomini. Implantou a obrigação de residência e as visitas pastorais para os bispos, a clausura dos religiosos, o celibato e a santidade de vida dos sacerdotes. Instituiu o “Index LibrorumProhibitorum“, e a censura das publicações, para que não contivessem material doutrinário não aprovado pela Igreja. Instituiu o oficio divino - também conhecido como liturgia das horas -, como obrigatório para os religiosos. Reformou as ordens religiosas e declarou Santo Tomás de Aquino como Doutor da Igreja chamando-o de Doutor Angélico.

Grande Defensor da Igreja

O Papa Pio V lutou com toda força contra o protestantismo, chegando ao ponto de excomungar a Rainha Elisabeth I, depois ter tentado convertê-la ao catolicismo durante muito tempo.  Além dos protestantes, que se espalhavam pela Europa, havia uma ameaça ainda maior: a invasão da Europa pelos turcos otomanos que desejavam destruir a Igreja. Diante dessa ameaça, foi necessário criar uma liga católica de modo a defender Roma e a Europa. Essa liga católica formada por Veneza,Gênova e a Espanha foi chamada por ele de Santa Aliança.Essa batalha naval contra os turcos ficou conhecida como Batalha de Lepanto, pois ocorreu no golfo de Lepanto. São Pio V pediu para que todos os católicos fizessem orações e penitências e distribuiu muitas indulgências. Antes dos barcos iniciarem a viagem rumoà batalha, Dom João D’austria,que era o Almirante chefe das embarcações da santa aliança, passou com um barquinho em frente das embarcações com relíquias do vaticano e todos nos barcos se ajoelharam e entregaram a alma para Deus. Os navios se encontraram na manhã de sete de outubro de 1571 e nessa batalha morreram sete mil católicos e trinta mil turcos. O Sultão Selim dizia antes da batalha que tinha mais medo das orações do Papa do que dos navios que ele enviou. Nossa Senhora foi vista pelos turcos no céu ao lado das embarcações católicas e ficou conhecida como Nossa Senhora da Vitória. O Papa soube de maneira sobrenatural no Vaticano da vitória católica e comunicou aos cardeais. Caso os católicos tivessem perdido essa batalha a Europa seria totalmente islamizada e as conseqüências seriam difíceis de prever.

Conclusão

O Papa Pio V morreu em 1572, sendo canonizado em 1712. Seu corpo permanece incorrupto até hoje. O papa Francisco no seu segundo dia de pontificado foi à basílica de Santa Maria Maior rezar em frente aos restos mortais de São Pio V.

Pela grande quantidade de Santos presentes no século XVI, Nosso Senhor Jesus Cristo queria mostrar de que lado estava.A escolha de São Pio V como Papa confirma a promessa feita por Cristo ao primeiro Papa: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”.

           Façamos como Papa Francisco e rezemos para que São Pio V interceda por nós.