O Evangelho e os símbolos dos evangelistas - Por Luciano Bandeira

A palavra evangelho vem do Grego (‘evangelion’) e significa boa-nova, boa notícia ou

boa mensagem. O Evangelion no antigo testamento e no mundo antigo era o mensageiro de

uma boa notícia. Era a pessoa que primeiro comunicava aos reis que a batalha havia sido

vencida e ia correndo levar a mensagem. No novo testamento, Jesus é o mensageiro dessa boa

notícia. Os quatro evangelhos - Matheus, Marcos, Lucas e João - narram à vitória de Deus e o

mensageiro desta vitória é o próprio Deus que se fez Homem, Jesus Cristo. Cada evangelista

tem um símbolo que o representa. O Evangelista São Matheus é representado pelo Homem,

Marcos pelo Leão, Lucas pelo Touro e a Águia representa o evangelho de São João. Vejamos o

que dizem os grandes Padres da Igreja sobre esses símbolos.

                Segundo São Gregório Magno, São Matheus é representado pelo Homem, pois seu

evangelho começa dando a explicação da genealogia de Jesus. Com isso, ele mostra a parte

humana de Nosso Senhor Jesus Cristo para provar que Ele é verdadeiramente Homem. São

Marcos é representado pelo Leão, pois o Leão é o símbolo do profetismo, e o evangelho de

São Marcos se inicia com a narração daquele que clama no deserto que é o profeta João

Batista. São Lucas é representado pelo Touro, pois seu evangelho descreve muitas vezes os

sacerdotes, e o Touro era um dos animais utilizados nos sacrifícios feitos no antigo

testamento. Por fim, São João é representado pela Águia que voa alto nos céus e representa a

divindade de Cristo.

                Santo Tomás de Aquino interpreta as profecias do profeta Daniel e faz um brilhante

paralelo com a vida de Cristo. O homem representa Deus que se fez homem, o Touro

representa Cristo que foi sacrificado por nossos pecados, o Leão, pela maneira como o Leão se

Levanta, representa a ressurreição de Cristo e a Águia significa que Jesus ascendeu aos céus,

voou para os céus. Belíssimo! Santo Agostinho explica que o Homem, o Leão e o Touro andam

pela terra, mas a águia voa pelos céus mostrando que São João foi o evangelista que voou mais

alto na espiritualidade e por isso tem a águia como símbolo.

                É importante compreendermos cada vez mais a beleza dos símbolos católicos, que

advém da tradição bi-milenar da Santa Igreja Católica. Tal conhecimento certamente

aumentará o nosso amor pela Igreja que foi pensada e deixada por Cristo para nossa salvação.

A Igreja perpetua no tempo a boa nova trazida por Cristo.